Treinamento Sob Medida!

Recentemente tive uma conversa com meu sócio sobre a personalização de conteúdos de treinamento. Normalmente entro em sala pra iniciar uma turma com o conteúdo pronto e costumo fazer um check-list de tudo aquilo que vou precisar para que o treinamento aconteça da melhor forma possível.

Geralmente não uso tudo que separo ou ao passar o check-list sinto falta de algo que na verdade, não fará falta na assimilação pois o que eu usarei é exatamente o que a turma precisa para entender todo o conteúdo. Pronto. Esse provável problema foi solucionado!

O grande erro é engessar processos, achar que todas as pessoas absorvem os treinamentos da mesma maneira e também que a aplicabilidade é a mesma.

Na hora de preparar seu material de treinamento (seja ele qual for) pense nos seguintes itens:

- Quem é o seu público?

O que ele gosta? Como ele funciona? Qual o perfil de cada um dos participantes e o que pode ser feito para que o conteúdo seja absorvido da melhor forma possível?

Trabalhar um material em cima das necessidades é a forma mais certa de ter um resultado surpreendente e personalizar é a grande lição.

- Qual o seu conteúdo?

A primeira preocupação com o conteúdo é o quanto ele está direcionado ao público e também em como a aplicação será eficaz após a teoria.

Entenda que as pessoas não gostam de conteúdos extensos e cansativos, elas querem praticidade e dinamismo, querem um conteúdo divertido e de fácil entendimento. Então se preocupe em oferecer isso para o seu público.

- Como ele será aplicado?

Você separou todos os itens que vai precisar, com “sobra”? Como eu disse lá no começo, normalmente você precisa mais do que foi separado ou não utiliza tudo que separou.

Lembre-se que elementos físicos ajudam muito na assimilação de um bom conteúdo. Crie uma apostila que tenha informações mais detalhadas sobre o que será aplicado para auxiliar na leitura posteriormente. Aproveite e inclua filmes, músicas e dinâmicas que torne ainda mais completo esse momento de aprendizado ou reciclagem.

No durante:

Esforce para permitir a interação entre as pessoas, pois estimular a participação gera comprometimento com o que está sendo falado. Use casos reais, e de preferência do segmento de atuação da empresa, para explicar o que é mais difícil e complicado de entender, não use tantos termos técnicos ou muito fechados, deixe o mais amplo possível para que cada um consiga expor seu ponto de vista sobre o mesmo tema.

Estimule os debates!

A troca de experiências faz com que um aprenda com o outro e com suas próprias vivências, estimule isso e perceba que cada turma trará um resultado diferenciado e que pode agregar ainda mais nas suas aplicações futuras, mas cuidado para o debate não se tornar mais importante do que o intuito inicial do treinamento, senão perde totalmente o sentido.

No depois:

Antes de falar sobre o pós treinamento, quero lembrar que você deve se preocupar com um fechamento interessante. Relembre os melhores momentos do treinamento (pode ser inclusive um resumo de cada item exposto de forma simples, com perguntas e brincadeiras que faça com que se torne inesquecível), você pode sortear brindes para quem responder certo ou recompensar de alguma outra forma.

Independente do tema que seja seu treinamento, a preocupação deve ser constante em todos os quesitos citados acima para que você consiga ter êxito em sua apresentação. Mão dedique tanto em oferecer um conteúdo acima do esperado, preocupe-se em oferecer uma sensação e experiência acima do esperado. Caso isso aconteça, significa que você fez a coisa certa!

Acredito em você!

$uce$$o!

#Empresas #DesenvolvimentoHumano #Coaching #Influência #Trabalho #Rapport #Vendas #Marketing #Negócios

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square