Loja Virtual X e-commerce, saiba como montar a sua!

Alguns falam E-COMMERCE outros falam LOJA VIRTUAL, mas qual a diferença? Enquanto a loja virtual é baseada apenas em 2 pilares que são o SISTEMA e GESTÃO (o primeiro é a plataforma onde a loja virtual é criada e o segundo trata do dia-a-dia, atualização de preços, cadastro de produtos, etc.), o E-COMMERCE além desses possui um terceiro e importantíssimo pilar: o MARKETING, que trata das estratégias e planejamentos para essa loja virtual, tornando-a completa e em total sinergia com as demais ferramentas de vendas utilizadas pela empresa.

Existem 2 formas para se criar um E-COMMERCE no Brasil, através de uma plataforma paga ou através de uma plataforma gratuita. Enquanto a primeira oferece diversos recursos e personalizações que permitem que a sua empresa tenha uma imagem única na internet, a segunda é rígida no que diz respeito a personalização, permitindo algumas vezes apenas inserção da sua logo e produtos. Na plataforma paga você ainda pode utilizar o seu domínio próprio (www.nomedaempresa.com.br), enquanto que na gratuita não, sem contar nas propagandas que ficam piscando o tempo todo. Em suma, a plataforma gratuita é mais indicada para um profissional liberal, autônomo ou que precise apenas de um local virtual para melhor expor o seu trabalho de pequeno porte. Para uma empresa, organização, a imagem é tudo! Ainda mais na internet onde a maioria dos consumidores compra primeiro o visual e depois vai em busca de informações do produto, qualidade, etc.

Para se montar esse e-commerce é indicado que a empresa esteja regular no seu cadastro de CNPJ, até porque este tipo de venda não isenta a emissão de Nota Fiscal! Quanto as formas de pagamento a serem disponibilizadas, geralmente na internet as opções são maiores e melhores do que numa loja física. Para poder receber os cartões de crédito de clientes diretamente no seu site, é necessário contrato com alguma administradora de cartões, o que pode resultar também na exigência de certificados de segurança, garantindo a integridade de dados dos seus clientes (isso pode elevar o custo para montagem deste e-commerce), ou então utilizar de plataformas de pagamentos digitais disponíveis no mercado, onde após o cadastro da empresa, você poderá receber além de diversas bandeiras de cartões de crédito, emitir boleto e transferência automática entre contas. Essas plataformas geralmente cobram uma taxa ou porcentagem sobre a venda e repassam o dinheiro para a empresa em média num prazo de 15 dias. Além da responsabilidade de lidar com dados de clientes, essas plataformas permitem que o cliente parcele a compra em diversas vezes, com juros assumidos por ele e o recebimento deste valor da venda pela empresa acontece no mesmo prazo do que se a compra tivesse sido feita à vista ou sem parcelas!

Com relação a parte de entrega, as mais comuns e utilizadas atualmente no Brasil são os Correios e transportadora (quando em grandes volumes e pesos). A partir de um fluxo que gira em torno dos R$ 1.000,00, os Correios disponibilizam uma forma mais barata para compradores e empresas: o e-Sedex, que chega até um abatimento no valor de até 30% em relação ao valor do Sedex comum, mas lembre-se do fluxo de envio que deve ser superior aos mil reais, caso contrário sua empresa pagará isso como franquia mínima para ter o contrato aceito. As plataformas provavelmente já estarão configuradas com os códigos para cálculo de frete, caso não esteja verifique junto ao administrador do seu e-commerce como funciona e como deve ser realizar essa configuração, que pode variar de acordo com a plataforma.

Ainda na fase de criação, atente-se para deixar a sua loja online incrementada e com as informações principais visíveis para os clientes. É indispensável que informações sobre a empresa, localização (a não ser que não tenha ou não trabalhe com retira de mercadoria), como efetuar a compra no site (passo a passo), contato (e nisso inclui e-mail e telefone), dúvidas, etc estejam ali, facilmente identificadas. Na separação das seções internas do seu site, faça uma avaliação na gama de produtos oferecidos para a empresa e não pense que precisa criar uma categoria para cada tipo, dificultando a localização do produto pelo cliente, lembre-se que quantos menos o cliente precisar clicar para efetuar uma compra mais provável da venda ocorrer!

Após a criação do e-commerce (pilar 1 Plataforma) vamos para o gerenciamento (pilar 2: GESTÃO). Essa gestão inicia desde o momento que se cadastra o produto para vender até o retorno do pedido de venda. No cadastramento algumas informações ajudam na leitura do produto e informações da empresa para os sites buscadores como o Google, então se atente para s informações que serão incluídas.

Ao cadastrar o produto obtenha imagens reais e em ótima qualidade (pelo menos 300 dpi), ao salvar esta foto inclua informações como nome do fabricante, modelo, cor, rendimento separados por traço (-) em vez de deixar o nome padrão de algumas câmeras digitais (exemplo DSC 000). Quando for efetuar o cadastro do produto também tenha a mesma atenção nas informações a serem incluídas, no título, por exemplo, de uma revenda de cartuchos, é interessante que você coloque o modelo, a cor, a quantidade (em ML), código do fabricante, se é preço unitário, se é compatível ou original, etc. Já na descrição do produto é importante que você inclua o que é este produto (cartucho compatível, cartucho original, etc..), a fabricante, as máquinas compatíveis com este cartucho, quantidade de tinta (ou pó), rendimento na impressão, cor, peso da caixa, dimensões da embalagem (para cálculo de frete, assim como o peso), curiosidades, vídeos sobre o produto, etc.

Após o cadastro de todos os produtos que a empresa ofereça, é importante manter-se sempre conectado com o sistema da loja virtual, atualize o preço sempre que necessário, altere os produtos em destaque na página inicial, inclua banner promocionais que chamem a atenção dos usuários que acessarem a loja virtual e realize promoções com frequência.

Com a loja virtual em funcionamento, vamos trabalhar seu marketing, planejamento e estratégias (pilar 3 do e-commerce). Primeiro de tudo, o mundo precisa saber que a sua empresa ou negócio também está na internet, então na sua assinatura de e-mail coloque o endereço da virtual da sua loja com uma pequena chamada, divulgue-a por telefone (e nesta ferramenta o vendedor também pode estimular as vendas online), envie convites para sua base de e-mails e nisso vale a pena uma promoção específica para esse público (um e-mail marketing bem feito e que chame a atenção causará um bom impacto e poderá trazer não só um bom retorno com vendas online, mas também um fluxo de visitantes na loja virtual, o que dará uma relevância para o seu site e o ajudará a chegar a posições favoráveis nos resultados de sites de buscas como o Google, Bing e Cadê. O Google oferece diversas ferramentas que nos auxiliarão a planejar melhor nossas estratégias, uma delas é o Analytics, que permite que você tenha acesso a informações do total de usuários que visitaram seu site, quais as páginas ou produtos mais acessados por eles, se existe alguém navegando na loja virtual em tempo real, etc... Isso tudo pode influenciar no horário de publicar novas promoções ou até mesmo de fazer as atualizações de preços. A outra ferramenta é o Google AdWords, que patrocina seu anúncio nas buscas e o permite estar nas primeiras páginas quando buscarem essas informações. O AdWords é pago, por clique no anúncio que a empresa receber, por isto não hesite em contratar uma empresa com experiência para conseguir obter os melhores resultados com os menores custos possíveis!

Na sua estratégia contabilize também um investimento, mesmo que baixo, para as mídias sociais que estão em alta e já falamos em artigos anteriores que atraem novo público e funciona também como um canal de comunicação da empresa com o mundo! Os diferenciais na loja virtual também irão agregar mais valor ao seu negócio online como certificados de segurança, avaliação de clientes, último produtos visitados, quem comprou este comprou também, sem falar nas vendas casadas ou famosos pacotes com 4 cartuchos e um belo desconto, compre o preto e ganhe desconto no cartucho colorido, etc.

Depois de muito trabalho e atenção nestes detalhes, o resultado do seu e-commerce com certeza será muito bom! Mas lembre-se: planejar as estratégias é o pilar mais importante para alcançar o sucesso. Se precisas de mais dicas, contate-me!

#Negócios #Marketing #Vendas #Rapport #Trabalho #Influência #Coaching #DesenvolvimentoHumano #Empresas

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square